VISTO Eb1-A

Habilidade extraordinária em artes, ciências, negócios ou atletismo

Indivíduos que se classificam para habilidade extraordinária com primeira preferência baseada em emprego (“EB1-A”) têm uma vantagem tremenda. Eles podem pular o processo de certificação de trabalho normalmente exigido de seus empregadores. Além disso, eles não precisam de uma oferta específica de emprego futuro. Esses indivíduos devem demonstrar provada relevância nacional ou internacional no seu campo de atuação, com um claro reconhecimento de que estão no topo em suas áreas. Provas concisas de criações originais, artigos escritos, imprensa internacional, apresentações em conferências, prêmios importantes, recebimento de altos salários em comparação com outros na área, filiações em associações seletivas, sucesso comercial nas artes e / ou trabalho de arbitragem, entre outros materiais, devem ilustrar as credenciais estelares do candidato EB1-A. Recomendações de especialistas reconhecidos internacionalmente com detalhamento também devem confirmar porque o indivíduo é considerado um dos melhores e mais exclusivos profissionais em seu campo de atuação. E embora os indivíduos EB1-A não precisem de uma oferta específica de emprego, eles devem demonstrar a intenção de continuar a trabalhar em seu campo, e que fazer isso beneficiaria os EUA em perspectiva

 

Uma petição de visto de imigrante para uma pessoa de habilidade extraordinária em artes, ciências, negócios ou atletismo deve incluir evidências de que a pessoa recebeu reconhecimento nacional ou internacional e que suas realizações foram reconhecidas por outros em seu campo de especialização. Essa evidência deve incluir a prova de uma realização extraordinária única (um prêmio importante reconhecido internacionalmente), ou pelo menos três dos seguintes:

 

  • Recebimento de prêmios ou prêmios de excelência reconhecidos nacional ou internacionalmente.

  • Filiação em associações que exigem realizações notáveis ​​de seus membros, conforme julgado por reconhecidos especialistas nacionais ou internacionais ou comprovado pelos critérios de filiação da associação.

  • Material publicado sobre o candidato em publicações profissionais ou nos principais meios de comunicação.

  • Prova da participação do candidato, individualmente ou em júri, como juiz do trabalho de outrem.

  • Provas das contribuições científicas, acadêmicas, artísticas, atléticas ou comerciais originais do candidato de grande importância.

  • Evidência de artigos acadêmicos do requerente em publicações profissionais ou comerciais importantes ou outros meios de comunicação importantes.

  • Provas da exibição do trabalho do candidato em mostras ou vitrines artísticas.

  • Provas de que o candidato desempenhou um papel de liderança ou crítico para organizações ou estabelecimentos que possuem uma reputação distinta.

  • Provas de que o requerente recebeu um salário alto ou outra remuneração significativamente alta.

  • Evidência de sucesso comercial nas artes cênicas, conforme mostrado por receitas de bilheteria ou disco, cassete, CD ou vendas de vídeo.

 

Nem uma oferta de emprego nem um certificado de trabalho são necessários para esta classificação de visto de imigrante. No entanto, a petição de visto de imigrante deve ser acompanhada de evidências claras de que o solicitante está vindo para os Estados Unidos para continuar a trabalhar em sua área de especialização. Essas evidências podem incluir provas de compromissos pré-estabelecidos, como contratos ou cartas de empregadores em potencial; ou uma declaração do requerente detalhando planos sobre como ele pretende continuar seu trabalho nos Estados Unidos. Os critérios EB1-A são virtualmente idênticos aos do visto O-1 de não imigrante para indivíduos de habilidade extraordinária. No entanto, os Serviços de Cidadania e Imigração dos Estados Unidos (USCIS) regularmente aplicam os critérios EB1-A muito mais minuciosamente do que a categoria O-1, ressaltando a importância de documentação substancial em apoio a tal caso.

ENTRE CONTATO E GARANTA ANÁLISE DE ELEGIBILIDADE GRATUITA.

Projetos relacionados