top of page
Buscar
  • n9nadigital

O que pais imigrantes precisam saber sobre as escolas americanas.


💡A experiência de estudar em escolas americanas pode transformar o futuro de crianças e adolescentes e uma preocupação frequente de pais que desejam migrar para os EUA é referente ao sistema educacional americano.



O processo de matrícula é burocrático?

Qual são as diferenças do calendário escolar em relação ao Brasil?

Existem programas de apoio para alunos estrangeiros?

Essas são apenas algumas das dúvidas que surgem.


O sistema americano é muito diferente do brasileiro. O ano letivo inicia em agosto e a carga horária é integral, ou seja, os alunos passam pelo menos 7 horas por dia na escola.


O idioma, claro, é a questão que mais preocupa, afinal não é comum que escolas brasileiras ofertem esse ensino desde cedo, podendo ser um desafio para aqueles que mudam para os EUA sem qualquer contato prévio com o inglês.


No entanto, é importante saber que diversas escolas oferecem programas de apoio para alunos de língua estrangeira. Além disso, o contato diário com outras crianças e adolescentes nativas facilita a adaptação e o aprendizado da língua.


Apesar das diferenças, os benefícios são inúmeros.


O sistema educacional americano tende a ter uma abordagem mais centrada no aluno, valorizando a criatividade e a flexibilidade curricular.


Ao contrário do modelo mais rígido adotado em muitas partes do Brasil, as escolas nos EUA incentivam os alunos a explorar uma variedade de disciplinas e seguir seus interesses individuais, tendo a sua disposição uma ampla gama de disciplinas eletivas, desde artes e música até ciências e tecnologia, além do grande incentivo aos esportes.


Além disso, as comunidades escolares nos EUA são acolhedoras e engajadas, incentivando a participação ativa dos pais na vida escolar de seus filhos.


Professores, diretores, funcionários e pais trabalham juntos para criar um ambiente de aprendizado positivo e enriquecedor. Essa rede de apoio oferece uma sensação de pertencimento e conexão que pode ser reconfortante para famílias que estão se adaptando a um novo ambiente e uma nova cultura.


É claro que a experiência é individual e até o estado para o qual a família está se mudando vai influenciar na adaptação.


Porém, o importante é que, se a família optar pelas escolas públicas, a escolha da moradia considere as notas dessas escolas.


Portanto, primeiramente deve-se buscar bairros que ofereçam instituições bem avaliadas.


Em seguida, é importante entrar em contato com a escola respectiva para obter informações sobre o processo de matrícula, que pode variar dependendo do estado e do distrito escolar. Geralmente, será necessário fornecer documentos como:


👉 comprovante de residência;

👉 certidão de nascimento da criança ou adolescente;

👉 histórico escolar;

👉 registros de vacinação;

👉 formulários de inscrição preenchidos.


Por fim, é necessário estar ciente dos prazos de inscrição e garantir que todos os documentos estejam em ordem.


Ao seguir esses passos e manter uma comunicação aberta com a escola, é possível facilitar o processo de matrícula e garantir uma transição leve para todos.


Se você pensa em migrar para os EUA, a oportunidade que seus filhos terão de estudar em escolas americanas poderá transformar o futuro deles.


Benefícios como a fluência no inglês, o acesso a recursos educacionais avançados e o desenvolvimento de novas habilidades sociais e culturais vão facilitar o acesso a networking internacional, universidades renomadas e a obter um diferencial no mercado de trabalho.


Embora a mudança para um novo país possa parecer desafiadora, saiba que há muitos recursos e apoio disponíveis para te ajudar.


Com expertise em imigração, a equipe da Murtaz Law está pronta para fornecer orientação e suporte personalizados para facilitar sua transição e garantir o melhor para o futuro da sua família.



5 visualizações0 comentário

Opmerkingen


bottom of page